Arquivo da tag: Express Entry

EE – Pontuações: B) Spouse or Common-Law Partner

Este grupo serve somente para que irá acompanhado com seu cônjuge. Valerá como pontuação os mesmos itens do aplicante principal, com exceção da idade.

Os itens que serão pontuados neste grupo são os seguintes:

  • Formação Acadêmica: 10 pontos (cônjuge)

 Pontua a partir desde o ensino médio até o doutorado, sendo a pontuação crescente para cada nível. Lembrando que o cônjuge também deve ter sua formação acadêmica reconhecida (precisa do ECA).

Os casos mais comuns para nós brasileiros são:
– Ensino Médio: 2 pontos
– Curso Técnico de 2 anos: 6 pontos
– Graduação com 3 anos ou mais anos: 8 pontos
– Dois diplomas de graduação pra cima, sendo 1 deles com 3 ou mais anos de duração: 9 pontos;
– Mestrado ou Doutorado: 10 pontos;
– Doutorado: 140 (c/ cônjuge) / 150 (sozinho);
  • Habilidade nos Idiomas Inglês/Francês: 20 pontos (cônjuge)

Esta pontuação será válida somente para um único idioma. Outro item importante é que nesta pontuação os pontos são computados por habilidade (reading, writing, speaking and listening). Você também terá que comparar o CLB ao resultado do exame (IELTS, por exemplo), pois são diferentes. Eles possuem um gráfico de comparação.
Pontuação: 20 pontos – 5 por habilidade
  • Experiência Profissional no CANADÁ: 10 pontos (cônjuge)

Se seu cônjuge  tiver entre 1 a 5 anos de experiência (se tiver mais anos, valerão os 5) profissional no CANADÁ, vocês poderão pontuar neste item.

 Explicaremos os grupos C e D em outros posts!

TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
40 pontos (com cônjuge)
ou
0 pontos (sozinho)

Anúncios

EE – Pontuações: A) Skills and Experience Factors

Este é o primeiro grupo e, na nossa visão, o mais importante também (excluindo o grupo D). É neste grupo onde a grande maioria dos aplicantes tem sua maior pontuação e é onde você deverá concentrar todos seus esforços para pontuar ao máximo.
Também chamado de “Core / Human Capital Factores”.
Os itens que serão pontuados neste grupo são os seguintes:
  • Idade: 100 pontos (com cônjuge) / 110 pontos (sozinho)

Pontua dos 18 aos 44 anos, sendo que a faixa de 20-29 é a que faz a pontuação máxima.

 

  • Formação Acadêmica: 140 pontos (com cônjuge) / 150 pontos (sozinho)

Pontua a partir desde o ensino médio até o doutorado, sendo a pontuação crescente para cada nível.

Os casos mais comuns para nós brasileiros são:
– Curso Técnico de 2 anos: 91 (c/ cônjuge) / 98 (sozinho);
– Graduação com 3 anos ou mais anos: 112 (c/ cônjuge) / 120 (sozinho);
– Dois diplomas de graduação pra cima, sendo 1 deles com 3 ou mais anos de duração: 119 (c/ cônjuge) / 128 (sozinho);
– Mestrado: 126 (c/ cônjuge) / 135 (sozinho);
– Doutorado: 140 (c/ cônjuge) / 150 (sozinho);
  • Habilidade nos Idiomas Inglês/Francês: 150 pontos (com cônjuge) / 160 pontos (sozinho)

Aqui é importante destacar que dentro deste item existem duas pontuações, uma delas para o idioma que você escolher como o principal e outra para o que você escolher como secundário.

Outro item importante é que nesta pontuação os pontos são computados por habilidade (reading, writing, speaking and listening). Você também terá que comparar o CLB ao resultado do seu exame (IELTS, por exemplo), pois são diferentes. Eles possuem um gráfico de comparação.
Idioma Principal: 128 pontos – 32 por habilidade (com cônjuge) / 136 pontos – 34 por habilidade (sozinho).
 
Idioma Secundário: 22 pontos – 6 por habilidade (com cônjuge) / 24 pontos – 6 por habilidade (sozinho).
Importante: Se for com cônjuge, você verá que 6 pontos * 4 habilidade totalizam 24 pontos e não 22. Portanto, se você atingir ou superar o limite de pontos, valerá o limite, não computando os pontos extras;
  • Experiência Profissional no CANADÁ: 70 pontos (com cônjuge) / 80 pontos (sozinho)

Se você tiver entre 1 a 5 anos de experiência (se tiver mais anos, valerão os 5) profissional no CANADÁ, você poderá pontuar neste item.

Não vale experiência em outro país fora o Canadá!! Experiência fora do Canadá é pontuada em outro grupo de pontuação.
 Explicaremos os grupos B, C e D em outros posts!
 
TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
460 pontos (com cônjuge)
ou
500 pontos (sozinho)

EE – Pontuação: Entendendo o Sistema e os Grupos de Pontuação

Como já sabemos, o processo mudou bastante com esta nova camada que chama-se Express Entry. Uma das grandes mudanças foi em relação a pontuação (fonte oficial), vamos entender o que mudou.

– A primeira grande confusão é que temos duas tabelas de pontuação (na verdade são duas linhas da mesma tabela), uma para quem vai sozinho (sem cônjuge) e outra para quem irá acompanhado pelo cônjuge.

Os itens de pontuação são os mesmos, a diferença está na distribuição de pontos entre os itens. Quem vai sozinho recebe mais pontos (40 pontos) em alguns itens do que quem vai com cônjuge, pois este último receberá esta diferença (40 pontos) de acordo com a qualificação do cônjuge.

– A segunda grande mudança diz respeito ao total da pontuação e aos grupos de itens. Agora são 1.200 pontos distribuídos nos seguintes agrupamentos:

Para que o post não fique muito grande, iremos explicar grupo a grupo em novos posts, basta clicar em cada grupo acima que você será direcionado para o post em uma nova aba. 😉

Obs: lembrem-se, sempre focaremos em explicar mais a nossa situação que é a que conhecemos melhor. Talvez algum ponto não fique tão claro, ou porque não focamos, ou porque realmente não sabemos!

Express Entry – O que preciso para ser elegível?

Antes de mais nada, é importante sabemos passo-a-passo o que precisamos fazer.

1 – Primeiramente precisamos verificar se somos elegíveis. O que conta para ser elegíveis são os principais critérios abaixo:

  • Experiência Profissional Qualificada:
    • No mínimo 1 ano de trabalho full-time (30 horas semanais) ou 2 anos de trabalho part-time (15 horas semanais)
    • O trabalho deve ter sido pago;
    • O trabalho deve ter sido prestado dentro dos últimos 10 anos;
    • Em algum dos NOC classes 0, A ou B (acesso aqui a lista de NOCs);

  • Habilidade em Inglês e/ou Francês:
    • Atingir no mínimo level CLB 7 (Inglês) ou NCLC 7 (Francês) em seu primeiro idioma;
    • Para ganhar pontos em seu segundo idioma o nível mínimo é CLB 5;
    • Neste link você pode comparar o resultado do teste de Inglês/Francês ao CLB;

    • Exames aceitos: CELPIP General (Inglês), IELTS General (Inglês) e TEF (Francês).

  • Formação Acadêmica
    • Ter um curso superior (ou acima) cursado no Canadá; OU
    • Ter o ECA que é a validação por um orgão aprovado pelo CIC do diploma obtido no Brasil (aqui explico como é feito).
  • Situação Financeira
    • Terás que comprovar que possui dinheiro para imigrar. Segue link com a tabela de valores conforme tamanho da sua família.
Os requisitos acima são OBRIGATÓRIOS. Se você possui os requisitos mínimos acima, então está apto a enviar sua aplicação que será pontuada conforme vários itens que descreveremos em um novo post.

    Express Entry, nosso entendimento sobre o processo!

    Olá Pessoal,

    Primeiramente é importante destacar que não somos especialistas em nenhum processo do Canadá, apenas fizemos nossa lição de casa de ler tudo o que está no site e ler o que as pessoas comentam nos grupos do Facebook, o que já está de bom tamanho para o que queremos.

    Buenas, o que entendemos que é o Express Entry e o que muda em relação ao antigo processo FSWP então?

    É importante destacar que o FSWP não morreu, ele continua ativo, porém agora temos um processo novo que antecede o aplicação ao FSWP (e outros) que chama-se Express Entry.

    A principal mudança é que não há possibilidade de aplicar diretamente para o FSWP e também a partir de agora, com o EE, o sistema também não funciona por ordem de chegada e sim por um sistema de pontuação que posiciona o aplicante conforme sua qualificação (pontuação).

    Outro ponto é que agora você é convidado a aplicar para o FSWP caso seja um dos aplicantes bem qualificados no pool de aplicações do EE. Pelo nosso entendimento e pelo que lemos, eles irão todo início de um mês, pegar os mais qualificados desde o início do ano até o final do mês anterior e convidar os de maior pontuação. 
    Acreditamos que não há limite (CAP) para convites para aplicação, eles irão convidar conforme demanda do mercado interno.

    Outra importante dúvida é se pode aplicar ao EE se estivermos aguardando a resposta do FSWP 2014. Nossa resposta: SIM VOCÊ PODE, segue link onde esta dúvida é esclarecida. 

    E o que eu preciso para ser elegível para o EE? Praticamente as mesmas coisas que tu precisavas para o FSWP, por lembre-se, esta é uma camada antecessora ao FSWP (depois do convite para aplicar ao visto, não temos certeza como será o FSWP).

    IMPORTANTE: o EE é ONLINE! Não há qualquer necessidade de apresentar comprovações até receber o convite para aplicar ao FSWP.

    Nos posts a seguir explicaremos as pontuações e como fazer o cadastro passo-a-passo no EE.

    Quer saber se é elegível? Acesse este link.