Arquivo da categoria: Health

OHIP – Hospital – Emergência – Apendicite

Galera, tudo certo?

Estamos nós aqui novamente para relatar nossa experiência utilizando a emergência de um hospital aqui no Canadá e também dar nossa opinião sobre o OHIP.

Na segunda-feira (22/02), por volta das 17h, comecei a sentir uma forte dor no abdomen, a dor era generalizada, não tinha local específico. Após algumas horas (por volta das 21h), a dor estabilizou no lado direito do abdomen, próximo a cintura, foi neste momento que comecei a pesquisar sobre apendicite e falar com alguns amigos. Fiz alguns testes que achei na internet e os sintomas ficaram ainda mais próximos deste diagnóstico, foi nesta hora que liguei para o TeleHealth (assistência médica onde falamos com enfermeiros). No TeleHealth a enfermeira que me atendeu fez uma série de perguntas e ao final de 15 minutos ela recomendou que eu fosse para uma emergência de um hospital em no máximo 4 horas. Foi isto que fizemos, aproximadamente as 22h50 saímos de casa e fomos para o hospital Sunnybrook.

Chegamos no hospital por volta das 23h15, onde fomos para a emergência e ficamos em uma fila para fazer a triagem com os enfermeiros, foi possível notar que haviam aproximadamente 15 pessoas na nossa frente. Pouco mais de 20/30 minutos após nossa chegada, fomos encaminhados para a triagem, onde a enfermeira praticamente repetiu as perguntas que eu havia respondido para o TeleHealth, após isto fui encaminhado para fazer meu registro no hospital. Fiz o registro e fui encaminhado novamente para a recepção da emergência, com o alerta que eu iria esperar por volta de 4h/5h para ver um médico. Voltamos então para a recepção e por volta da 1h30 da madrugada (2h15 após a chegada), uma enfermeira me chamou para fazer exame de urina e de sangue. Novamente após isto, voltamos para a recepção.

Por volta das 4h15 da manhã (5h após a chegada), nos chamaram para “entrar” no hospital, foi quando tivemos a esperança de falarmos com um médico. A esperança durou pouco, fomos encaminhamos para uma sala de espera em um setor de atendimento, onde foi possível ver alguns residentes e enfermeiros atendendo outros pacientes que foram chamados antes que nós.

Entre as 4h15 e 6h15 da manhã (7h após a chegada), somente falamos com os enfermeiros, e foi para aferir a pressão e verificar os batimentos cardiacos, nada além disto. Por volta das 6h30, me chamaram para outra sala e ai sim fui atendido por um médico residente que fez a avaliação clínica, porém não obtive nenhum retorno da avaliação, somente a informação que a médica de plantão iria me ver em alguns minutos. Por volta das 7h a médica de plantão veio falar comigo e novamente fez o exame clínico, desta vez ela comentou o que achava que estava acontecendo e fez um ultrassom para tentar verificar se meu apêndice estava realmente inflamado, o que infelizmente não foi possível, eles não conseguiram identificar o apêndice. Foi ai que ela solicitou que eu fizesse um CT Scan, exame computadorizado que iria detectar 100% o que estava acontecendo comigo.

Por volta de 7h30 fui chamado para o exame e 15 minutos depois já estava novamente na sala de espera. Esperamos por mais 30 minutos o resultado e então a médica veio conversar comigo e explicar que iriam esperar o cirurgião chegar no hospital para tomar a decisão de me encaminhar para a cirurgia ou não, mas que estava claro que minha apêndice estava inflamada.

Entre as 7h30 e 8h30, outros médicos residentes vieram falar comigo, porém desta vez um deles trabalhava com o curirgião, o que agilizou a decisão de encaminhamento para a cirurgia. As 8h30 (9h depois de chegarmos), foi me comunicado que eu iria para a cirurgia e que o cirurgião estava a caminho, mas que a cirurgia ia ser por volta do meio-dia. Eu pedi que eles me colocassem em uma maca e, que de preferência pudesse deitar e eu minha esposa, pois ambos estavamos em poltronas desde que chegamos e, sem durmir. Eles providenciaram uma maca pra nós e, para nossa surpresa (positiva), já as 9h30 fui encaminhado para a sala de cirurgia.

A cirurgia foi muito rápida e as 10h30 eu estava na sala de recuperação, depois disto fui encaminhado para um local onde havia aproximadamente 10 outras pessoas, mas era tudo dividido por cortinas, muito bem separado. Ficamos lá até por volta das 11h da noite, onde fui liberado para vir para casa.

Bom, vamos aos comentários:

1 – O tempo de espera para ver o médico foi absurdo, ficou em 8h/9h. Em nenhum momento vieram perguntar se estava bem, se poderiam fazer algo para a dor (embora eu pudesse ter pedido algo), dar alguma nova previsão de atendimento… enfim, realmente a emergência daqui (neste experiência) fica muito abaixo do esperado e aceitável para um país como o Canadá.

2 – Após o atendimento do médico, tudo funciona as mil maravilhas, parece que mudei de planeta. Tudo é rápido, tecnológico, fácil, educado, etc. A partir da identificação da cirurgia, só temos elogio.

3 – Acompanhante: não espere nada além de uma poltrona razoávelmente confortável para seu acompanhante. Após a cirurgia, a alimentação é somente para o paciente, porém foi oferecido ao acompanhante, pois nem todos os pacientes quiseram.

4 – OHIP: Não tivemos qualquer custo, com excessão dos medicamentos, é claro. Sem dúvida isto é algo que tem que se comemorado. A simplicidade impera, não podemos esperar quarto privativo/semi-privativo, nem refeição top (ao menos no hospital que fomos). O ruim fica realmente por conta da espera na emergência, isto ao que tudo indica é o calcanhar de Aquiles do sistema de saúde Canadense.

Era isto, se tiveram mais alguma dúvida, entrem em contato conosco.

Anúncios