Morar fora do Brasil, um Sonho Antigo!

Pessoal,

Ainda não havíamos nos apresentado oficialmente a vocês. Meu nome é Lucas Leusin Oaigen, tenho 30 anos. Minha noiva chama-se Bruna Gross e tem 24 anos. Construímos este projeto juntos, mas ela cuida de outro blog nosso e eu cuido deste. Vou contar um pouco do início do sonhos de morar fora até o momento atual.

Sempre tive vontade de conhecer o mundo. Desde meus 14 anos, quando meus amigos faziam intercâmbio e me diziam o quão maravilhoso era ter esta experiência, eu venho me preparando para esta grande oportunidade.

Em 2008, graças a uma grande ajuda financeira do meu pai e um apoio incondicional da minha mãe, pude viver 7 meses em Londres na Inglaterra. Foi fantástico, fiz grande amigos, conheci novas culturas e principalmente, comecei a entender importantes diferenças entre o Brasil e países mais desenvolvidos, tais como transporte público de qualidade, segurança e meritocracia.

Voltei para o Brasil com um novo sonho, agora de morar fora por um tempo mais longo. Infelizmente eu não tinha condições para nenhum dos programas de imigração disponíveis, tampouco tinha dinheiro para este novo sonho.

A preparação durou 5 anos e no final de 2012 consegui morar novamente fora do país por um período definido de 8 meses. Desta vez foi em Dublin, Irlanda e fui com minha noiva, Bruna Gross. Juntamos nossas economias e decidimos investir no idioma novamente, creio que foi nesta viagem que realmente decidimos que nossa vida não seria mais no Brasil.

Voltamos para o Brasil em julho/2013 e já pensando como iriamos conseguir imigrar para algum país. Estudamos Irlanda, Canadá e pouco da Austrália também. Vimos que nossas maiores chances era irmos para o Canadá, então desde então fizemos tudo o que o processo de imigração pede. Como plano B ficou irmos estudar mestrado na Irlanda e tentar ficar lá depois, por enquanto, acredito que o plano A dará certo.

Estou a 16 anos esperando uma oportunidade para que isto aconteça e nunca estive tão perto. E o melhor, tenho uma incrível pessoa ao meu lado que compartilha do mesmo sonho. Se realmente conseguiremos realizar o sonho ou não, teremos que aguardar mais um pouco, mas por enquanto estamos no caminho certo.

Em resumo, se tiverem o sonho de morar fora, não desistam dele. Claro que é difícil, claro que temos que nos dedicar um pouco mais para realiza-lo, mas vale a pena. Lembro que achava que nunca iria conseguir, mas isto nunca me impediu de avançar cada dia um pouquinho para diminuir a distância entre o sonho e a realidade, até que um dia as coisas ficaram tão próximas que o sonho poderá se tornar a realidade! 😀

Anúncios

FSWP – Fomos Cobrados!!! :D :D :D :D :D

Galera,

Este talvez seja o post mais importante que vamos escrever neste blog, pois entendemos que este foi o passo mais difícil dado neste difícil projeto que estamos executando rumo ao Canadá!

Hoje fomos cobrados pela imigração do Canadá e isto significa que nosso processo de imigração foi aceito por eles! Sim, sabemos que ainda temos mais alguns passos do processo para enfrentar, mas sem dúvida alguma este é o passo principal e representa 98% do caminho.

A felicidade que sentimos hoje é daquelas que sentimos raramente na vida, algo que lutamos muito para conquistar e que está quase em nossas mãos. Talvez nem quando (e se) recebermos o visto a felicidade será tão grande quando está sendo hoje! 😀

Lutamos muitos por isto! No ano passado tivemos nossa primeira aplicação negada por eles, mas não desistimos e enviamos novamente a aplicação com alguns ajustes que já comentamos no blog. É claro que estavamos esperançosos, mas não tem como negar que mandar uma aplicação negada novamente deixa aquela sensação de que fez mais do mesmo e que eles não iriam aceitar, mas DEU CERTO!! 😀

Agora temos os seguintes passos a seguir:

1 – PER: Esperar o PER (Positive Eligibility Review) que teoricamente receberemos até dia 15/02/2015. Neste processo eles ainda fazem uma nova revisão do processo, mas é fato rato eles negarem o PER para quem já teve a cobrança no cartão de crédito.
Geralmente a revisão anterior a cobrança já faz a triagem pesada (foi nesta que paramos na primeira aplicação – antes de sermos cobrados).


2 – MR: Depois da etapa um, novamente esperamos pelo MR (Medical Request) que são exames que temos que fazer com médicos credenciados aqui no Brasil mesmo. Se não tivermos problemas de saúde (e não temos), recebemos os resultados, enviamos para eles e está tudo certo referente a isto. A previsão de concluirmos esta etapa é de 30/03/2015.
Nesta etapa estaremos com 100% do processo confirmado! 😀

3 – RPRF: Esta etapa pode ser veita junto com o passo 2. Na verdade o RPRF (Right of permanent residence fee) é uma taxa de $ 460,00 que é obrigatória. Sinceramente, isto é tudo o que eu sei sobre isto. rsss


4 – Passaport Request: Após eles receberam o MR e a RPRF eles fazem a análise e solicitam o passaport para colocar o visto! A previsão para a solicitação é em 15/05/2015.

5 – Passaport Returned: Bom, neste caso, o passaporte que foi deve voltar. A data prevista de retorno é 05/06/2015.

E qual o próximo passo depois disto?? Sim, pegar o avião e desembarcar no Canadá como imigrante! 😀

Teremos até 2 anos para decidir a data que iremos, mas é bem provável que isto aconteça ainda em 2014, estamos estudando a melhor data! Iremos definí-la após os resultados do MR, onde estaremos com 100% de certeza que deu tudo certo.
Era isto! Obrigado a quem nos apoiou e acreditou conosco que era possível!

Express Entry – Preenchendo os Formulários (Cônjuge)

Galera, neste post iremos explicar os formulários que devem ser preenchidos para o cônjuge.

Os formulários disponíveis são os seguintes:

  • Personal Details (Informações Pessoais)
    • Neste formulário você informará os dados pessoais do cônjuge, se já tentou imigrar anteriormente e se tem parentes no Canadá.
    • Informações: 
      • Names: Se irá acompanhar o aplicante principal, Último Nome, Primeiro Nome (incluir nome do meio também).
      • Personal Description: Sexo, Data de Nascimento (ano/mês/dia), Nacionalidade e Naturalidade (cidade em que nasceu).
      • Immigration History and Citizenship: Se  já aplicou antes para o Canadá (caso sim, virão perguntar sobre o processo), Paises de Cidadania e País de Residência.
      • Relatives in Canadá: Se tem parentes no Canadá. Se tiver o sistema irá perguntar o que ele é seu e onde mora.

  • Study and Languages (Informações Acadêmicas e Idioma)
    • Neste formulário você informará a formação acadêmica do conjugê e os idiomas que ele(a) fala.
    • Informações: 
      • Formação Acadêmica: Se finalizou ensino médio ou superior, campo de estudo, ano/mês de início, se ainda está estudando, quantos anos de duração full-time, se foi full-time ou part-time, se tem o certificado, país de estudo, cidade de estudo, nome da instituição de ensino, nível do diploma, se possui o ECA. Caso possua o ECA, terá ainda que preencher: emissor do ECA, data que o ECA foi emitido, código do ECA e nível de educação que foi comparado.
        • Neste formulário você pode preencher mais de uma formação e clicar em Adicionar (Save and Add); Eu adicionei o Bacharelado e o MBA, que já possuo ECA. Eu também adicionei outra pós que não tenho o ECA.
      • Idioma: Quais idiomas que fala (Inglês/Francês/Ambos), se fez algum teste de proficiência, qual o teste feito, qual a versão do teste, data do teste, data do resultado do teste, código do certificado do teste e resultados (speaking, reading, listening e writing).

  • Work History (Experiência Profissional)
    • Neste formulário você informará a experiência profissional do conjugê. Aconselhamos a colocar todas as que tens nos últimos 10 anos.
    • Informações: 
      • Experiência Profissional: Se  tem experiência profissional, data de início, se é o trabalho atual, data de fim (caso não seja o trabalho atual), horas por semana, NOC que se enquadra a experiência, cargo, empregador, país e cidade.
        • Neste formulário você pode preencher mais de uma formação e clicar em Adicionar (Save and Add); Eu adicionei o Bacharelado e o MBA, que já possuo ECA. Eu também adicionei outra pós que não tenho o ECA.

Express Entry – Preenchendo os Formulários (Aplicante Principal)

Galera, neste post iremos explicar os formulários que devem ser preenchidos após a criação do login no sistema do EE e a opção de aplicar ao EE.

Os formulários disponíveis para o aplicante principal são os seguintes:

  • Personal Details (Informações Pessoais)
    • Neste formulário você informará os seus dados pessoais, documentos, se já tentou imigrar anteriormente e se tem parentes no Canadá.
    • Informações: 
      • Names: Último Nome, Primeiro Nome (incluir nome do meio também).
      • Personal Description: Sexo, Data de Nascimento (ano/mês/dia), Nacionalidade e Naturalidade (cidade em que nasceu).
      • Marital Status: Estado Civil
      • ID Documents – Summary: Se você tem passaporte ou outro documento, tipo do documento (Passaporte / RG), Número do Documento, País Emissor, Data de Emissão, Data de Validade (não é obrigatório para RG).
        • Neste formulário você pode preencher mais de um documento e clicar em Adicionar (Save and Add); Eu adicionei o Passaporte e o RG.
      • Immigration History and Citizenship: Se você já aplicou antes para o Canadá (caso sim, virão perguntar sobre o processo), Paises de Cidadania e País de Residência.
      • Family: Quantos membros estão imigrando com você, Quanto você irá levar de dinheiro (lembre-se de ser coerente com a esta tabela – não leve menos do que a planilha manda conforme o número da sua família).
      • Relatives in Canadá: Se você tem parentes no Canadá. Se tiver o sistema irá perguntar o que ele é seu e onde mora.

  • Contact Details (Informações de Contatos)
    • Neste formulário você informará o idioma de contato (Inglês/Francês) e seu e-mail;
    • Informações: 
      • Idioma de Correspondência: Inglês ou Francês.
      • E-mail: E-mail que você utilizará para receber comunicados do EE. 

  • Study and Languages (Informações Acadêmicas e Idioma)
    • Neste formulário você informará sua formação acadêmica e os idiomas que você fala.
    • Informações: 
      • Formação Acadêmica: Se você finalizou ensino médio ou superior, campo de estudo, ano/mês de início, se você ainda está estudando, quantos anos de duração full-time, se foi full-time ou part-time, se você tem o certificado, país de estudo, cidade de estudo, nome da instituição de ensino, nível do diploma, se você possui o ECA. Caso possua o ECA, terá ainda que preencher: emissor do ECA, data que o ECA foi emitido, código do ECA e nível de educação que foi comparado.
        • Neste formulário você pode preencher mais de uma formação e clicar em Adicionar (Save and Add); Eu adicionei o Bacharelado e o MBA, que já possuo ECA. Eu também adicionei outra pós que não tenho o ECA.
      • Idioma: Quais idiomas que você fala (Inglês/Francês/Ambos), se você fez algum teste de proficiência, qual o teste feito, qual a versão do teste, data do teste, data do resultado do teste, código do certificado do teste e resultados (speaking, reading, listening e writing).

  • Application Detais (Detalhes da Aplicação)
    • Neste formulário você informará as províncias que tens interesse em viver e autorizar o uso das informações em processos provinciais (ex: British Columbia).
    • Informações: 
      • Províncias de Interesse: Marque todas as províncias que você gostaria de viver. Depois autorize (Yes) a utilização do seu perfil nos processos provinciais.
      • Nominações e Selação: Aqui você informará se já tem um certificado de nomeação de alguma província. Caso tiver, terá que informar a província.

  • Representative (Representante)
    • Neste formulário você informará se tem representante e os dados do mesmo.
    • Informações: 
      • Representante: Você informará se tem representante. Se tiver terá que informar: Último Nome, Primeiro Nome, Email e ID do representante no CIC (opcional).
  • Work History (Experiência Profissional)
    • Neste formulário você informará sua experiência profissional. Aconselhamos a colocar todas as que tens nos últimos 10 anos.
    • Informações: 
      • Ocupação: Aqui você irá informar o NOC que deseja e a data que você ficou habilitado para o NOC. Pelo nosso entendimento, é desde quando você está habilitado conforme a comprovação necessária do seu NOC (1 ano de trabalho pago nas atividades do NOC + experiência em outras áreas, dependendo do seu NOC).
      • Certificação de Qualificação Canadense: não sabemos o que é isto, não se aplica para nós.
      • Oferta de Trabalho: se você tem uma oferta de trabalho no Canadá. Caso tenha, deverás informar os seguintes dados: Se é full-time e permanente, NOC, Título do Emprego, entre outras informações sobre a empresa.
      • Experiência Profissional: Se você tem experiência profissional, data de início, se é o trabalho atual, data de fim (caso não seja o trabalho atual), horas por semana, NOC que se enquadra a experiência, cargo, empregador, país e cidade.
        • Neste formulário você pode preencher mais de uma formação e clicar em Adicionar (Save and Add); Eu adicionei o Bacharelado e o MBA, que já possuo ECA. Eu também adicionei outra pós que não tenho o ECA.
Em outro post falamos das informações do cônjuge.

Express Entry: Passo-a-Passo

Galera, tentaremos descrever o passo-a-passo para o envio do Express Entry.

Buscando fazer o passo-a-passo mais facilitado possível, se encontrarem algum erro, por favor, nos avisem. A idéia é fazer algo para ajudar a todos.

Agora que você já sabe que é elegível, que entende a pontuação, vamos ao cadastro do Express Entry. Alguns dos passos serão detalhados aqui mesmo e outros levarão para outro post que terá mais detalhes, tudo isto para não tornar o post muito longo.

IMPORTANTE: use o Internet Explorer. Eu usei o Chrome e em alguns momentos deu erro, utilizando o IE tudo funcionou. (que fique claro que eu prefiro o Chrome.. hehehe).

1 – Self-Assesment “Come to Canada”: 

O primeiro de todos os passos é utilizar a ferramenta do CIC para verificar sua eligibilidade. 
Por que isto é importante? 
– Primeiro porque é obrigatório, mesmo que você não faça agora, quando se cadastrar no CIC ele irá solicitar que faça, então, faça antes que será mais fácil.
– Segundo porque no final do processo o sistema irá gerar um código (personal reference code) que deverá ser informado no cadastro do EE, então imprima a página final e guarde o código que você irá precisar.

LINK PARA O TESTE!

2 – Criar o MyCIC

Depois do passo 1, agora é a hora de criar um usuário no MyCIC
Há duas opções de fazer a criação do MyCIC, a primeira é por um sistema de SecureKey Concierge que para falar bem a verdade não sei como funciona. A segunda pelo GCKey, que foi a que utilizamos, recomendo utilizar esta opção (clique aqui e seja redirecionado para a area de registro).

Neste processo você escolherá um UserID, responderá a 3 questões de segurança e criará uma senha.
Obs: talvez falte algum outro passo no cadastro, porém não lembro tudo de cabeça.

Depois de criar o usário, é hora de logar no sistema e se inscrever no Express Entry.


3 – Logar no MyCIC

Acesse o MyCIC (clique aqui) e escolha a opção que você utilizou para o cadastro (provavelmente será a “Continue to GCKey”). Após isto você será redirecionado para a tela de login do MyCIC, utilize o login e senha criado para iniciar a sessão.

Após o login, clique em “Continue”. Você será redirecionado para uma página de Termos e Condições do MyCIC (algumas vezes ele redireciona para uma página sem saída, repita o passo 3 se isto acontecer), clique em “I Accept”. Responda a questão de segurança que será perguntada em seguida e continue. Parabéns, você chegou onde irá aplicar para o Express Entry.


4 – Aplicar para o Express Entry

Na tela final do passo 3 haverá um título com a seguinte descrição: 
“What would you like to do today?”
Aply for:
Escolha “Express Entry” e preencha os dados solicitados.
Clique aqui para o detalhamento de como preencher todos os formulários solicitados.

Após preenchido os dados você receberá um PDF que conterá dois importantes códigos: Express Entry Profile Number, Job Seeker Validation Code e um link de acesso para realizar o próximo passo.

5 – Cadastrar no JobBank

UPDATE (Junho, 2017): A partir de 6 de Junho de 2017 este processo não é mais obrigatório.

Depois de preenchido todos os formulários do Express Entry, faça seu cadastro no JobBank para ser efetivado como candidato do Express Entry. Utilize o link do PDF que comentei acima.
Acessando este link você será redirecionado para uma página onde estará escrito a seguinte frase “Registration for a new Job Match Service is now open”. Clique em “Job Match Service” que você será redirecionar para uma página (Clique aqui) com a tela de login. 
Como você ainda não está cadastrado, clique na opção “Create an Account”. 
Você será redirecionado para uma página de termos e condições, clique em “I Agree”.
No cadastro, informe os dados solicitados e nas páginas de confirmação e validação informe os dados que recebeu por e-mail anteriormente (Express Entry Profile Number e Job Seeker Validation Code) e também um código de validação que você receberá em seu e-mail no momento deste cadastro.
Após realizado o cadastro você receberá um e-mail confirmando o cadastramento.


Acredito que seriam estes os passos para estar ativo no Express Entry. Talvez tenha faltado algumas informações que não lembro 100%, mas acho que está tudo ai.
NÃO ESQUEÇA: O passo 4 é referente ao cadastro das informações no sistema do Express Entry e detalhamos isto em outro post.

EE – Pontuações: D) Additional Points

Este é o grupo em que todos sonham em pontuar, especialmente porque pode chegar a valer atpe 50% do total de pontos.
É neste grupo também que as mudanças que ocorreram em Novembro 2016 tiveram efeitos.
Segue abaixo:
 
  • Estudo no Canadá (acima do ensino médio): 15 a 30 pontos

15 pontos – para diplomas ou certificações com 1 ou 2 anos de duração.

30 pontos – para graduações, diplomas ou certificações com 3 ou mais anos de ducação.

30 pontos – para mestrado ou doutorado de no mínimo 1 ano de duração.

  • Carta de Emprego: 50 a 200 pontos

Se você tiver uma carta de um empregador no Canadá terá sua vida muito facilitada, pois receberá receber até 200 pontos e ficará no topo da lista do EE.

– Oferta de Trabalho em um NOC 0, A ou B: 50 pontos

– Oferta de Trabalho em um NOC 00 – 200 pontos

 
  • Nomeação Provincial (PN): 600 pontos

Se você foi aceito em um processo de imigração provincial, você terá garantido os 600 pontos e também ficará no topo ad lista do EE.

 
TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
600 pontos

 

EE – Pontuações: C) Skill Transferability Factors

Este talvez seja o grupo mais complexo de se entender. Existem várias combinações de fatores que o aplicante poderá pontuar, vamos tentar explicar todos eles.

O primeiro ponto a destaca é que existem 3 sub-grupos (educação, experiência profissional fora do Canadá e certificado de qualificação) para pontuar, cada um deles valendo 50 pontos. Porém este grupo C limita a pontuação em 100, ou seja, mesmo que tu pontue nos 3 sub-grupos, você no máximo receberá 100 pontos!
Agora preparem-se que vai começar a confusão!!
Os itens que serão pontuados neste grupo são os seguintes:

  • Formação Acadêmica: 50 pontos

Neste item você poderá escolher uma entre duas tabelas distintas: a primeira delas você poderá combinar formação acadêmica + proficiência em um idioma e na segunda delas você poderá combinar formação acadêmica + experiência no Canadá.
    • Opção 1: Formação Acadêmica + Proficiência em Idioma:
    • Esta tabela é uma combinação entre sua formação acadêmica e seu nível de idioma. A tabela é dividida com 3 linhas de formação acadêmica (ensino médio / ensino superior / dois diplomas de ensino superior, sendo um de 3 anos ou mais) e 2 colunas de nível de idioma (nível CLB 7 em todas as habilidades com pelo menos uma com CLB nível 9 / nível CLB 9 ou mais em todas as habilidades).
    • Opção 2: Formação Acadêmica + Experiência Profissional no Canadá:
    • Esta tabela é uma combinação entre sua formação acadêmica e sua experiência profissional no Canadá. A tabela é dividida com 3 linhas de formação acadêmica (ensino médio / ensino superior / dois diplomas de ensino superior, sendo um de 3 anos ou mais) e 2 colunas com a experiência no Canadá (1 ano / 2 anos ou mais).

  • Experiência Profissional fora do Canadá: 50 pontos

Neste item você poderá escolher uma entre duas tabelas distintas: a primeira delas você poderá combinar experiência profissional fora do Canadá + proficiência em um idioma e na segunda delas você poderá combinar experiência profissional fora do Canadá + experiência no Canadá.
    • Opção 1: Experiência Profissional fora do Canadá + Proficiência em Idioma:
    • Esta tabela é uma combinação entre sua experiência profissional fora do Canadá e seu nível de idioma. A tabela é dividida com 3 linhas de experiência profissional fora do Canadá (sem experiência / 1 ou 2 anos / 3 ou mais anos) e 2 colunas de nível de idioma (nível CLB 7 em todas as habilidades com pelo menos uma com CLB nível 9 / nível CLB 9 ou mais em todas as habilidades).
    • Opção 2: Experiência Profissional fora do Canadá + Experiência Profissional no Canadá:
    • Esta tabela é uma combinação entre sua experiência profissional fora do Canadá e sua experiência profissional no Canadá. A tabela é dividida com 3 linhas de experiência profissional fora do Canadá (sem experiência / 1 ou 2 anos / 3 ou mais anos) e 2 colunas com a experiência no Canadá (1 ano / 2 anos ou mais).

  • Certificado de Qualificação: 50 pontos

Neste item existe somente uma tabela que combina a certificação + proficiência em um idioma (nível CLB 7 em todas as habilidades com pelo menos uma com CLB nível 9 / nível CLB 9 ou mais em todas as habilidades).

Não estudamos muito a fundo quais as certificações aceitas, mas vimos que é algo bem específico. Não se aplicou ao nosso caso.

 Explicaremos o grupo D em outros posts!

TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
100 pontos

EE – Pontuações: B) Spouse or Common-Law Partner

Este grupo serve somente para que irá acompanhado com seu cônjuge. Valerá como pontuação os mesmos itens do aplicante principal, com exceção da idade.

Os itens que serão pontuados neste grupo são os seguintes:

  • Formação Acadêmica: 10 pontos (cônjuge)

 Pontua a partir desde o ensino médio até o doutorado, sendo a pontuação crescente para cada nível. Lembrando que o cônjuge também deve ter sua formação acadêmica reconhecida (precisa do ECA).

Os casos mais comuns para nós brasileiros são:
– Ensino Médio: 2 pontos
– Curso Técnico de 2 anos: 6 pontos
– Graduação com 3 anos ou mais anos: 8 pontos
– Dois diplomas de graduação pra cima, sendo 1 deles com 3 ou mais anos de duração: 9 pontos;
– Mestrado ou Doutorado: 10 pontos;
– Doutorado: 140 (c/ cônjuge) / 150 (sozinho);
  • Habilidade nos Idiomas Inglês/Francês: 20 pontos (cônjuge)

Esta pontuação será válida somente para um único idioma. Outro item importante é que nesta pontuação os pontos são computados por habilidade (reading, writing, speaking and listening). Você também terá que comparar o CLB ao resultado do exame (IELTS, por exemplo), pois são diferentes. Eles possuem um gráfico de comparação.
Pontuação: 20 pontos – 5 por habilidade
  • Experiência Profissional no CANADÁ: 10 pontos (cônjuge)

Se seu cônjuge  tiver entre 1 a 5 anos de experiência (se tiver mais anos, valerão os 5) profissional no CANADÁ, vocês poderão pontuar neste item.

 Explicaremos os grupos C e D em outros posts!

TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
40 pontos (com cônjuge)
ou
0 pontos (sozinho)

EE – Pontuações: A) Skills and Experience Factors

Este é o primeiro grupo e, na nossa visão, o mais importante também (excluindo o grupo D). É neste grupo onde a grande maioria dos aplicantes tem sua maior pontuação e é onde você deverá concentrar todos seus esforços para pontuar ao máximo.
Também chamado de “Core / Human Capital Factores”.
Os itens que serão pontuados neste grupo são os seguintes:
  • Idade: 100 pontos (com cônjuge) / 110 pontos (sozinho)

Pontua dos 18 aos 44 anos, sendo que a faixa de 20-29 é a que faz a pontuação máxima.

 

  • Formação Acadêmica: 140 pontos (com cônjuge) / 150 pontos (sozinho)

Pontua a partir desde o ensino médio até o doutorado, sendo a pontuação crescente para cada nível.

Os casos mais comuns para nós brasileiros são:
– Curso Técnico de 2 anos: 91 (c/ cônjuge) / 98 (sozinho);
– Graduação com 3 anos ou mais anos: 112 (c/ cônjuge) / 120 (sozinho);
– Dois diplomas de graduação pra cima, sendo 1 deles com 3 ou mais anos de duração: 119 (c/ cônjuge) / 128 (sozinho);
– Mestrado: 126 (c/ cônjuge) / 135 (sozinho);
– Doutorado: 140 (c/ cônjuge) / 150 (sozinho);
  • Habilidade nos Idiomas Inglês/Francês: 150 pontos (com cônjuge) / 160 pontos (sozinho)

Aqui é importante destacar que dentro deste item existem duas pontuações, uma delas para o idioma que você escolher como o principal e outra para o que você escolher como secundário.

Outro item importante é que nesta pontuação os pontos são computados por habilidade (reading, writing, speaking and listening). Você também terá que comparar o CLB ao resultado do seu exame (IELTS, por exemplo), pois são diferentes. Eles possuem um gráfico de comparação.
Idioma Principal: 128 pontos – 32 por habilidade (com cônjuge) / 136 pontos – 34 por habilidade (sozinho).
 
Idioma Secundário: 22 pontos – 6 por habilidade (com cônjuge) / 24 pontos – 6 por habilidade (sozinho).
Importante: Se for com cônjuge, você verá que 6 pontos * 4 habilidade totalizam 24 pontos e não 22. Portanto, se você atingir ou superar o limite de pontos, valerá o limite, não computando os pontos extras;
  • Experiência Profissional no CANADÁ: 70 pontos (com cônjuge) / 80 pontos (sozinho)

Se você tiver entre 1 a 5 anos de experiência (se tiver mais anos, valerão os 5) profissional no CANADÁ, você poderá pontuar neste item.

Não vale experiência em outro país fora o Canadá!! Experiência fora do Canadá é pontuada em outro grupo de pontuação.
 Explicaremos os grupos B, C e D em outros posts!
 
TOTAL DE PONTOS POSSÍVEIS NESTE GRUPO:
460 pontos (com cônjuge)
ou
500 pontos (sozinho)

EE – Pontuação: Entendendo o Sistema e os Grupos de Pontuação

Como já sabemos, o processo mudou bastante com esta nova camada que chama-se Express Entry. Uma das grandes mudanças foi em relação a pontuação (fonte oficial), vamos entender o que mudou.

– A primeira grande confusão é que temos duas tabelas de pontuação (na verdade são duas linhas da mesma tabela), uma para quem vai sozinho (sem cônjuge) e outra para quem irá acompanhado pelo cônjuge.

Os itens de pontuação são os mesmos, a diferença está na distribuição de pontos entre os itens. Quem vai sozinho recebe mais pontos (40 pontos) em alguns itens do que quem vai com cônjuge, pois este último receberá esta diferença (40 pontos) de acordo com a qualificação do cônjuge.

– A segunda grande mudança diz respeito ao total da pontuação e aos grupos de itens. Agora são 1.200 pontos distribuídos nos seguintes agrupamentos:

Para que o post não fique muito grande, iremos explicar grupo a grupo em novos posts, basta clicar em cada grupo acima que você será direcionado para o post em uma nova aba. 😉

Obs: lembrem-se, sempre focaremos em explicar mais a nossa situação que é a que conhecemos melhor. Talvez algum ponto não fique tão claro, ou porque não focamos, ou porque realmente não sabemos!